quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

O amanhã....

Minha vida se renova a cada amanhecer. cada dia que nasce , vem junto minha vontade de viver
não apenas o novo dia, mas a nova entrega, a nova conquista de ser Tua
Vivo o hoje sem sofrer pelo amanhã, pois me conduzo pelos Teus passos.
Caminho dia a dia e faço de cada um deles minha razão de ser.

Nada é eterno, nada dura para sempre, nem mesmo os diamantes permanecem
Compramos, doamos, vendemos as vezes até perdemos.
Sou o desejo da minha alma agora, vivo apenas o que me completa.
Não vivo meios termos, mediucridade, odeio,

Me fiz sub por escolha e escolhi a quem daria minha submissão
hoje ela é dada com orgulho com carinho por pura opção
amanhã, amanhã ? ao futuro pertence, se vou sorrir, se vou chorar
Não me importa, hoje só me importa sonhar.

Cadela, menina ou mulher cada instante sou uma
Se Tua ou minha apenas o amanhã dirá.

domingo, 26 de dezembro de 2010

Meu corpo é Teu...

C ole Teu corpo ao meu, Toque meu corpo e o marque
A ssim desejo Teu toque, vadiamente me abro, me exponho
D elicia-se em meu corpo, derrama meu néctar me ofereça Teu mel
E xposta a Ti, estou, de 4 abano rabinho, e recebo Teu carinho
L ouca sou, devassa, vem Vida minha em teu prazer me faça
A berta, largada, usada, abusada e amada.

Te bebo, toda, te toco inteira, me prostro te invoco
me inunda de beijos, me marque com teu cheiro
me faça Tua, me exponha nua, me puxe a coleira, 
me deixe sem eira e nem beira.
me queira por Tua, me complete me faça Sua.

Sou animal de Teu uso, brinque com meu corpo
caminhe em minha pele, possua minha alma
me torne propriedade exclusiva de Teu prazer.


sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Teu animal...

Saudade da voz que me leva a loucura, Voz tão forte e cheia de ternuras
Vontade novamente de me abrir toda noite, sentir teus afagos e acoites
Deitada  sentir minhas pernas molhadas, escorrendo tesão e toda gozada
Exposta ao Dono de mim, aquele a quem dei minha vida sem fim
Usada de forma cruel e delicada, sentindo o beijo e sendo amada
Mulher criada eu sou para  Ti, delírios em nosso refugio me venha ferir
Marca minha pele e cura o meu coração, me usa e abusa me traz emoção
Cadela do Dono e puta me faço, e tudo que quero e dormir em teus braços
Sou sub do homem que me cativou em Tua menina o Senhor me tornou
Possuiu o meu ser, sem nada me dar, roubou minha paz só para te amar
Ah doce Cruel que moveu minha vida, agora que o amo não me deixes feridas
Mas use teu balsamo em meu frágil corpo  e deleite em mim e derrame teu gozo
Sou tudo o que o Senhor desejar a menina a vadia a puta vulgar
Não tenho mais nada a que me prender a não ser te amar e viver teu prazer
Ah Homem tão duro que me sequestrou, agora que o amo , não tenho medo da dor
A dor que me causas, me traz tanta paz, as marcas deixadas é meu doce cais
Onde eu olho e vejo Tua mãos, que marcam a pele e meu coração
Brinquedo, cadela sou Teu animal e tudo que faz não é para meu mal
Mas me ensinou a essência da escrava e sendo  tua com carinho me tratas

Não tenho Teu nome exposto em mim, mas carrego na alma um amor por Ti sem fim...

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Calada...

Minha boca se cala, mas meu coração fala
Fala de um amor que se foi sem escala
Sem parada ou retorno, sem deixar consolo

Minha boca se cala, mas minha alma fala
Fala da dor da partida, fala palavras escondidas
Sem rumo me vou, sem direção estou.

Minha boca se cala, mas meu corpo fala
Fala das vontades  perdidas  e de uma busca sofrida
Sem caminho sigo, talvez este seja meu castigo

Minha boca se cala, mas meu peito fala
Fala de um sonho vivido , de desejos escondidos
Sem parada estou, longe do meu amor.

Minha boca se cala, mas meu corpo exala
Exala um amor deixado, em palavras, mas nunca em atitudes.
Me calo a boca, me calo a alma. me calo o corpo, me calo ao amor...

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Dor...

Eternamente Tua...













Onde deleito minha alma em Teus pés
Onde encontro aconhego Tu és
No amanhecer do dia, Tua voz é minha alegria
No entardecer, onde desejo me esconder
No Anoitecer, meu refugio onde posso me refazer

Na madrugada Fria ou quente, És o meu desejo constante
No raiar do Sol, És o meu consolo ainda que distante.
Na dor da solidão ainda assim regas  minha doce paixão

Matas minha fome de amor, quando em minha pele sinto Teu calor
Sacia minha sede de querer, quando me usa para Teu prazer
Alimenta minha alma faminta, quando com meu  Tu corpo brincas,

Vem me faça devassa, vem me usa me rasga,
Me abra, me molhe, deixei meu corpo mole,
Vem para dentro de mim, sacia Tua sede sem fim
Sou apenas Tua cadela, Vem me usa e Tuas vontades em mim se reve-la
Sou Tua puta vadia, me use de noite e de dia

Vem DONO de meus delirios, vem me deitei em Teus rios
Me molhe com Te gozo, me lambuze, me ame, me tenha, me abuse,
Violente meu corpo com marcas, me tenha me queira me faças
Me molde Cadela no cio, deleito eternanamente em Teu rio

Vem me bata, me ame, sou Tua, me queria me chame
Vem me puna por erros, depois me aconchegue em Teu Peito
Me olhe nos olhos, me toque no corpo, me marca a alma 
Me beije me cala. 

 


domingo, 19 de dezembro de 2010

Amor Virtual...

Lágrimas que agora escorrem em meu rosto, são lágrimas de saudades
Saudades, não do corpo ausente, mas do amor presente.
Lágrimas que caem sobre meu colo, molham minha roupa, mas não apaga o fogo da dor que me consome.
Dor da saudade, dor da solidão, de um beijo dado apenas na vontade e  emoção
Nunca senti Teu corpo ao meu e o meu clama pelo Teu.
Estranha sensação de abandono, por quem só de longe foi meu Dono.
Sensação de estar sozinha ainda que caminhando entre uma enorme multidão.
Cade Você ? existe ou apenas em meus delírios de mulher ?
Cade Teu toque, nem de longe sei a dor de ser usada por teu chicote
Amarrado meu coração esta ao Teu, mas nunca senti o Teu ligado ao meu.
Abandonada pelo invisível, tocada pelo surreal, mas longe do mundo real
Ah, virtual, mundo que consome nossas energias, nos faz grandes ou pequenos, depende
de nossa liturgia, onde me encaixo em Tua vida ? sou uma tela? uma cadela ?ou nada além de um ser virtual?
Sou apenas uma imagem, que dentre as tuas fantasias me leva em tuas viagens,
Me fez Tua e não se fez Meu, me deste um mundo que não é o Seu.
Onde andas o amado de minha alma ? existe ? ou apenas em meus devaneios  ?
Anormal me tornei, quando minha vida lhe entreguei.
Passei a ser Teu desejo, mas deixei de ser meus anseios, anseios de me sentir completa, ainda estou pela metade. uma casa em construção, mas que não encontrou os tijolos necessários para seu termino.
Onde andas meu construtor ? preciso de afagos ainda em meio a dor.
Vem me reconstrua ou me destrua, vem me erga ou me derruba, vem me ama ou me usa
Se existe, grite, me faça ouvi-lo se existe, vem me ame ou me deixe livre.

Amigas...

Amigos são em nossas vidas o que devemos sempre preservar como delicadas jóias polidas pelo tempo.
Do Frio ao quente Ice, menina doce de coração de ouro que nunca foi gelo ainda que tenha tentado.
Amelie, um simples mulher com desejos encobertos e desejos de menina, pura e sincera assim é vc..
Anna sincera, fala não se esconde, mais zela, cuida e da ombro sempre
Simples ou complicada ? mulher de fibra determinada e de coração fire, e suave ao mesmo tempo.
Dorei, distante, e presente nas horas certas
Pequena arredia, carinho em pessoa, de um cuidado extremo com quem gosta
Maria Rosa, amiga flor que exala um perfume suave em sua doce amizade.
Nubia menina, encanto de ser, sumida de mim, aff saudade pequena.
Kelly minha mais nova e preciosa amiga, coragem e determinação deveria ser teu nome.
Poucas são as amigas que tenho de verdade, mais preciosas para mim como um delicado diamante, que mesmo em meio ao tempo e dificuldades, serão eternizadas em meu peito.
Mais um ano indo embora, talvez no próximo ano algumas destas delicadas jóias sigam outros rumos e possamos nos perder de vista, mas certamente permanecerão em meu coração.
Não a nada que destrua a força de uma amizade sincera entre trancos e barrancos elas se perduram pela vida toda.
Se um dia alguma de vcs se sentir só em meio a multidão, saibam que aqui encontraram carinho, colo e ombro e quando estiverem felizes, estarei aqui jubilando e comemorando cada nova etapa de suas vidas.
Um simples texto que posto hoje com o coração feliz por te-las como amigas.
Feliz natal e um perfeito ano novo pequenas este é o desejo do meu coração a todas vocês...

sábado, 18 de dezembro de 2010

Desculpas...


DESCULPAS A MIM

Por não escutar minhas dúvidas tão seletivamente
Por continuar minha entorpecência amorosa sem fim
Por esquecer de dedicar-me um pouco, dedicando-me só a ti
Por ajudar a ti e a mim, mas sem me considerar

Para quem devo meu maior pedido de desculpas?
Ninguém foi mais cruel comigo que eu mesma

Por deixar você decidir se eu era deveras desejável
Pela condição de me amar ser algo tão embaraçante
Por me negar para que fôssemos, de algum modo, compatíveis

Para quem devo meu maior pedido de desculpas?
Ninguém foi mais cruel comigo que eu mesma

Peço desculpas a mim
Sou a primeira pessoa a quem peço perdão
Peço desculpas a mim
Por me tratar pior que eu trataria qualquer outra pessoa

Por me culpar pela sua infelicidade
Por me preocupar com os seus sentimentos antes dos meus
Por deixar meu coração em suas mãos
Por não me conscientizar que eu estava perfeita onde estava
Por ignorar todos os sinais que me mostravam que eu não estava pronta
Por me obrigar a estar onde você quisesse que eu estivesse

Para quem devo minhas primeiras desculpas?
Ninguém foi mais cruel comigo que eu mesma

E agora me pergunto: qual crime é o maior...
esquecer a ti ou a mim?
Eu prestei atenção à sabedoria ou ao atraso?
Eu teria naturalmente adorado a primeira opção

Por ignorar você: minha consciência
Por sorrir quando meu combate estava tão óbvio
Por ser tão desassociado ao meu corpo
E por não deixar pra lá quando essa seria a melhor opção

Para quem devo meu maior pedido de desculpas?
Ninguém foi mais cruel comigo que eu mesma...

Baseado na música - Sorry To Myself de Alanis Morissette
texto escrito por minha AMIGA Ice
25/10/2010...

Nostalgia...

M inhas manhãs  são inspiradas por doces recordações que carrego
I nstintivamente sou levada a pensar no quanto foi bom estar contigo
N ada  apaga de minha mente o quanto foi bom Te pertencer
H oje acordei, desejando novamente estar em Teus braços
A onde a minha paz foi encontrada, em meio aos castigos Teu beijo quente 





V ai-se mais um ano e ainda sinto o cheiro do Teu gozo em mim
I nsanos naquela cama, me usaste e me fizeste Tua cadela e mulher
D ei-Te naquele lugar minha submissão, em Teus pés me prostrei
A li, me tornei Tua inteiramente e Tornaste meu Dono e Senhor






P arti daquele cantinho me sentindo inteira e feliz
E legi- Te meu Homem e amor, quando aceitei ser Tua
L oucamente o amei cada dia que Te pertenci 
O nde ninguém foi eu fui, ao paraíso da submissão







T oquei o céu quando toquei Teu corpo
E ntre beijos e punições, me senti amada e cuidada
U niu meu coração ao Teu eternamente naquelas dias que juntos ficamos
















R enunciei todas minhas vontades para vivenciar as Tuas
E ntreguei não só meu corpo, mas meu coração em Tuas mãos
I mortal é este amor, nada conseguiu o destruir jamais
N ovamente acordei me sentindo Tua, e acho que serei eternamente
O ntem, hoje, amanha e enquanto existir, o levarei dentro de mim

MEU AMOR ETERNO....

Porque te amei...

Porque te amei...
Porque és o Sol que ilumina meu leito.  
Porque te amei...
Porque em ti encontro meu acalento 
Porque te amei...
Porque em teus olhos encontrei meu caminho
Porque te amei...
Porque em teu corpo formei o meu ninho
Porque te amei...
Porque Tua voz me conduzia
Porque te amei...
Porque achei que não ficaria sozinha
Porque te amei...
Porque és paixão, porque és razão
Te amei, porque me ensinou a andar, e novos caminhos trilhar
Te amei, porque suavemente possuiste minha mente
Te amei suavemente e vorazmente, por assim eu me senti Tua completamente
Te amei, simplesmente por que me tomou para sim
Te amei porque não podia e não consegui fugir
Te amei, porque o amor me invadiu e não pude me manter frio
Quente meu corpo o desejou.
Molhada por Ti todo tempo meu corpo ficou
Insana me tornei quando a ti me entreguei
esqueci meu eu para viver os sonhos Teus
Apaguei meus desejos e vivi apenas os teus devaneios
Sonhei Teus sonhos e desfiz dos meus
Olhei teus olhos e os brilhos do meus se apagaram.
Te amei e hoje deixei de existir, porque Partistes em outra direção
Levou contigo os sonhos do meu coração.
Morri na hora em que te perdi,
Mas hoje renasci de esperança, porque sei que nada nem ninguém pode destruir um amor tão sincero e real...

Aos amigos (as) que neste ano caminharam comigo, desejo de todo meu coração não apenas um delicioso natal e nem apenas uma bela entrada de ano novo, mas que neste ano que nasce, possamos juntos trilhar novos caminhos, novos projetos e que todos os sonhos sejam realizados, que toda tristeza deste ano seja apagado e que renasça em nosso peito esperanças, amor, cumplicidade e sinceridade, que neste novo caminhar, os sonhos que não foram realizados, sejam este ano os nossos focos maior, sucesso a todos hoje, amanhã e sempre...

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Novo Ano...

Não importa se a estação do ano muda,se o século vira, se o milênio é outro,se a idade aumenta; conserve a vontade de viver, não se chega à parte alguma sem ela.
Abra todas as janelas que encontrar e as portas também.
Persiga um sonho, mas não o deixe viver sozinho.
Alimente sua alma com amor, cure as feridas com carinho.
Descubra-se todos os dias,deixe-se levar pelas vontades,mas não enlouqueça por elas.
Procure, sempre procure o fim de uma história, seja ela qual for.
Dê um sorriso para quem esqueceu como se faz isso.
Olhe para o lado, alguém precisa de você.
Abasteça seu coração de fé,não a perca nunca.
Mergulhe de cabeça nos seus desejos e satisfaça-os.
Procure os seus caminhos, mas não magoe ninguém nessa procura.
Arrependa-se, volte atrás, peça perdão !!!
Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte !!!
Se perceber que precisar seguir, siga !!!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a !!!
Se perder um amor, não se perca !!!
Se achá-lo, segure-o !!!.

Minha dor...

Quero GRITAR a dor de meu peito, faze-lo parar de sangrar por tanto te amar
Quero Berrar esta dor que me invade , pelos motivos que me fizeram parar
Quero estancar as lágrimas que em meu Rosto escorre por um amor que morre

Quero que meu corpo não sinta desejos, nem a vontade de teus beijos
Quero esquecer que um dia Fui Tua e não te procurar na luz da lua.
Quero somente deitar e dormir, e quando acordar esta dor não mais existir.
Quero apagar os momento vividos e deixa-los no lugar dos esquecidos

Quero apenas voltar a viver, sem medo do futuro e do que poderá acontecer.
Quero agora apenas afagos, e sobre eles lembrar de Teus braços.
Quero agora renascer para o amor e caminhar bem distante da dor.

Na verdade de tudo isso só Quero mesmo Você...

Amor por onde andas...

Por onde caminha o amor ?
Onde estas o vermelho da paixão ?
Deixaste me em prantos de dor
No chão ficou meu coração.

Onde esta o azul do céu ?
Cade o doce sabor de Teu mel ?
O brilho que restou da adoração
Agora me deixa com sabor de solidão

Onde foi o amor caminhar ?
me mostrem o caminho por onde trilhar
Fostes além do alcance de minha mãos
Procuro por ti em todo canto em vão.

Para onde mudou meu amor ?
por qual dos caminhos trilhou  ?
Perdi-me na caminhada em Tua procura
Só encontro as dores das ruas escuras.

Onde foi a Felicidade morar ?
Me leve contido por onde andar
Vem e busca esta alma insana
Me deite em Teu colo e me ame em Tua cama...

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Aprendi a amar...

Em uma cidade distante do interior, morava uma doce menina, pequena de pele clara, extremamente apaixonada pela vida e por tudo que lhe rodeava.
Uma moça de aparência sutil, discreta, mas que sofria por ser romântica e sonhadora demais. Vivia em busca do homem perfeito que viesse a faze-la feliz. Em seus sonhos, mais picantes este homem não seria tão meigo, mas carinhoso, não seria tão doce, mas zeloso, teria pulso firme e determinação em suas vontades, mas que a amasse e a tivesse por mulher e usa-se-a como deveria ser.
Por anos esta jovem menina sonhou e sonhou.
Alguém lá do alto vendo os desejos da jovem em sua doce bondade, lhe enviou um anjo protetor para zelar da menina carente, pois sabia que por sua extrema carência poderia vir a se ferir de forma cruel o que de fato por algumas vezes ocorreu.
Durante mais de 3 anos este anjo esteve lado a lado com a menina, sempre de forma sutil lhe mostrando caminhos a serem trilhados, ela em sua vontade de viver uma grande paixão mal dava ouvidos aquele anjo.
Após um tempo de convivência a menina encantou- se pelo seu guardião e o que foi reciproco.
Mesmo em meio as suas inseguranças por te-lo ainda apenas por amigo protetor, rendeu- se aos Teus encantos.
Certo dia a menina determinada a se prostrar diante do seu Guardião, rende- se entregasse de corpo e alma e decide viver o que parecia um Sonho surreal.
a protegida e seu Protetor, se encantam e se entregam as suas mais deliciosas fantasias.
Prostrada e rendida aos pés agora então daquele homem, livre de seus medos e ansiedades, disposta a se entregar como mulher tem alguns deliciosos dias de amor e submissão ao homem protetor e guardião agora de seu amor.
Alguns dias se passaram a jovem já totalmente apaixonada, é surpreendida por uma trágica noticia. Seu protetor acabou sua missão, ensinou a ela o sabor do verdadeiro amor e entrega e precisava partir.
Deixando a doce e jovem menina Mulher sem chão. Em sua agora agonia olha de um lado para o outro em desespero total e desesperadamente corre na ancia de uma explicação.
Se lança aos pés do amado anjo guardião e lhe suplica para lhe explicar o que estava havendo, porque partiria ? se a ensinou a amar não poderia partir, se a possuiu, não poderia a deixar.
Naquele momento a jovem descobre que seu protetor deixou de ser anjo para ser Homem, sua missão enquanto anjo foi de lhe proteger, agora os sonhos do homem não era mais os da doce menina.
Hora de partir diz o agora Homem, terei minha vida e vc seguira a sua, lhe ensinei a amar mas tbém aprendi a sofrer, teu coração foi meu, mas o meu não consegui lhe entregar.
O homem anjo com toda caute-la para não ferir a doce e apaixonada menina, parte em busca de sua felicidade real a jovem que aprendeu a amar, descobriu o sabor da paixão que tanto sonhou e agora mesmo sem chão em prantos pela partida do anjo que não só a levou ao céu, mas que naquele momento estava lhe deixando a beira do abismo, ainda de joelhos ao chão, sussurra baixinho.
Obrigada meu ANJO, por me ensinar a amar, mas volte para me ensinar a viver novamente...
Quando se levanta seu guardião não estava mais ali.
Sentou e em lágrimas decidiu que esperaria sua nova missão como homem ensina-la a esquecer o que é sofrer por amor.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Fim...

P or mais um dia aqui estou, sonhando
E ntre Sonhos e a minha realidade VC.
L oucamente em meus desequilibrados Sonhos
A lmejo sentir Tua mãos, Teu beijo, Teu cheiro

U mida, me toco insanamente até vir o gozo
L ambuzada ainda me deito, sentindo o cheiro de prazer
T oquei-me carinhosamente e compulsivamente por nossos desejos
I nsana sou ao desejar-Te VIDA minha.
M as acordei do sonho ainda sozinha e molhada
A cordei sem te-LO comigo e chorei.

V agarosamente me dou conta que
E squeci de mim, pra ser Tua
Zumbi me tornei par viver por Ti, ma agora estou

F eliz por encontrar o fim e saber que ele é o melhor caminho
U mida agora pelas lágrimas, me despedi dos sonhos
I nsaciavelmente o desejei, mas acordei

T oda historia tem um fim
U ma hora, precisamos enxergar e eu enxerguei
A manhã é um novo dia... Quem sabe volto a sonhar ?

Não faças de mim...

Não faças de meu amor Teu acalento, pois ele vai além de sentimentos
Não faça do meu sorriso o Teu, pois atrás dele pode surgir lágrimas
Não faça do meu corpo apenas prazer, pois ele precisa de cuidado
Não faça de minha alma prisioneira, pois ainda busco liberdade
Não faça de minha liberdade insubmissão, pois ela precisa de algemas
Não faça da minha prisão eterna, pois ela dura o necessário apenas
Não faça de mim apenas mulher, pois sou ainda menina
Não faça de mim Tua se for para saciar apenas teus devaneios,
Pois sou alma que ama, corpo que deseja e mente que pensa
Penso no amor e faço dele meu mundo, corpo que dá, mas que 
Busca prazer e mente entregue ao teu mundo dentro do meu 
Faça de mim um vaso, que se molda com sabedoria e conhecimento
Ou  se forma de forma incorreta e pode se quebrar deixando apenas
pedaços sem chance de concerto...       
Meus sentimentos vão além da paixão, é entrega total sem receios, medos, inseguranças
Se me dou é por completo, não brinco de amar eu AMO  de fato...
Sentimentos é meu nome...                                  

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Vontade...Hummmmmmmmm

Vontade...
Hoje Acordei molhada, desejando estar ao lado do Dono

Com Rosto queimando de desejos, vontade de Servi-Lo

Marcada queria estar agora Dono pelo Teu gozo em mim

molhada na pele pelo teu gozo e suor, ouvi-Lo  gemer de Tesão

Vem  nua, estou pronta para servi-lo, vem Tua cadela se expoe

vem   jorra em mim Teus desejos e anseios, derrama sobre meu

Corpo , teu mel e me faz mais uma vez a fonte do Teu delicioso prazer

Sub sozinha...

Se caminho sozinha é por prazer em aprender mais de mim
Errei e errarei, sempre na esperança de aprender a caminhar
Mas quando acertar, será o êxtase da existência
Procuro neste silêncio me ouvir e ouvir minha alma
Resguardando me de cometer novos erros, olhando
Em direção ao horizonte onde encontrarei meu caminho.

Sozinha na noite e no dia de hoje, assim sou eu
Unicamente para descobrir quem sou ou o que sou
Buscando no meu eu as realizações da Mulher Sempre Sub...

domingo, 12 de dezembro de 2010

Se é verdade...

Se é verdade que tu és alegria
contagia-me com teu riso...

Se é verdade que és aconchego
toma a minha vida e me cuida...

Se é verdade que és ternura
dize-me ao ouvido doces palavras...

Se é verdade que és sedução
faz do teu corpo o meu abrigo....

Se é verdade que és carinho
embala os sonhos meus...

Se é verdade que és luz
ilumina os meus passos no caminho...
Se é verdade que és o presente
elege o meu futuro como teu...

Se é verdade que és esperança
deixa-me conhecer a tua paz... 

Se é verdade que és amor
nada mais tenho a desejar...



Dou te minha VIDA...

D a entrega a servidão, do Prazer a emoção
O usadamente, insanamente, me abro aos Teus delírios
U nicamente para Te servir e amar

T ens em mim uma paixão, uma entrega com perfeição
E m Teu colo, busco afago, em meu corpo te ofereço Tesão

M arcas na pele, que perfuram a alma de forma sutil
I ntintos nos une, apenas para viver os devaneios sonhados e não encontrados
N ua me abro, me rasgo meu dou
H onrar-Te-ei por caminhos difíceis e fáceis
A ndarei em Teus caminhos e torna-lo ei os meus

V em DONO de meus sonhos,
I nstiga-me a servir-Te com loucuras
D a me sede e a sacie em Teu colo
A me e serás adorado, cuide e será amado, faça e terás em Mim Teus desejos realizados...