quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Aprendi a amar...

Em uma cidade distante do interior, morava uma doce menina, pequena de pele clara, extremamente apaixonada pela vida e por tudo que lhe rodeava.
Uma moça de aparência sutil, discreta, mas que sofria por ser romântica e sonhadora demais. Vivia em busca do homem perfeito que viesse a faze-la feliz. Em seus sonhos, mais picantes este homem não seria tão meigo, mas carinhoso, não seria tão doce, mas zeloso, teria pulso firme e determinação em suas vontades, mas que a amasse e a tivesse por mulher e usa-se-a como deveria ser.
Por anos esta jovem menina sonhou e sonhou.
Alguém lá do alto vendo os desejos da jovem em sua doce bondade, lhe enviou um anjo protetor para zelar da menina carente, pois sabia que por sua extrema carência poderia vir a se ferir de forma cruel o que de fato por algumas vezes ocorreu.
Durante mais de 3 anos este anjo esteve lado a lado com a menina, sempre de forma sutil lhe mostrando caminhos a serem trilhados, ela em sua vontade de viver uma grande paixão mal dava ouvidos aquele anjo.
Após um tempo de convivência a menina encantou- se pelo seu guardião e o que foi reciproco.
Mesmo em meio as suas inseguranças por te-lo ainda apenas por amigo protetor, rendeu- se aos Teus encantos.
Certo dia a menina determinada a se prostrar diante do seu Guardião, rende- se entregasse de corpo e alma e decide viver o que parecia um Sonho surreal.
a protegida e seu Protetor, se encantam e se entregam as suas mais deliciosas fantasias.
Prostrada e rendida aos pés agora então daquele homem, livre de seus medos e ansiedades, disposta a se entregar como mulher tem alguns deliciosos dias de amor e submissão ao homem protetor e guardião agora de seu amor.
Alguns dias se passaram a jovem já totalmente apaixonada, é surpreendida por uma trágica noticia. Seu protetor acabou sua missão, ensinou a ela o sabor do verdadeiro amor e entrega e precisava partir.
Deixando a doce e jovem menina Mulher sem chão. Em sua agora agonia olha de um lado para o outro em desespero total e desesperadamente corre na ancia de uma explicação.
Se lança aos pés do amado anjo guardião e lhe suplica para lhe explicar o que estava havendo, porque partiria ? se a ensinou a amar não poderia partir, se a possuiu, não poderia a deixar.
Naquele momento a jovem descobre que seu protetor deixou de ser anjo para ser Homem, sua missão enquanto anjo foi de lhe proteger, agora os sonhos do homem não era mais os da doce menina.
Hora de partir diz o agora Homem, terei minha vida e vc seguira a sua, lhe ensinei a amar mas tbém aprendi a sofrer, teu coração foi meu, mas o meu não consegui lhe entregar.
O homem anjo com toda caute-la para não ferir a doce e apaixonada menina, parte em busca de sua felicidade real a jovem que aprendeu a amar, descobriu o sabor da paixão que tanto sonhou e agora mesmo sem chão em prantos pela partida do anjo que não só a levou ao céu, mas que naquele momento estava lhe deixando a beira do abismo, ainda de joelhos ao chão, sussurra baixinho.
Obrigada meu ANJO, por me ensinar a amar, mas volte para me ensinar a viver novamente...
Quando se levanta seu guardião não estava mais ali.
Sentou e em lágrimas decidiu que esperaria sua nova missão como homem ensina-la a esquecer o que é sofrer por amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário