terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Não faças de mim...

Não faças de meu amor Teu acalento, pois ele vai além de sentimentos
Não faça do meu sorriso o Teu, pois atrás dele pode surgir lágrimas
Não faça do meu corpo apenas prazer, pois ele precisa de cuidado
Não faça de minha alma prisioneira, pois ainda busco liberdade
Não faça de minha liberdade insubmissão, pois ela precisa de algemas
Não faça da minha prisão eterna, pois ela dura o necessário apenas
Não faça de mim apenas mulher, pois sou ainda menina
Não faça de mim Tua se for para saciar apenas teus devaneios,
Pois sou alma que ama, corpo que deseja e mente que pensa
Penso no amor e faço dele meu mundo, corpo que dá, mas que 
Busca prazer e mente entregue ao teu mundo dentro do meu 
Faça de mim um vaso, que se molda com sabedoria e conhecimento
Ou  se forma de forma incorreta e pode se quebrar deixando apenas
pedaços sem chance de concerto...       
Meus sentimentos vão além da paixão, é entrega total sem receios, medos, inseguranças
Se me dou é por completo, não brinco de amar eu AMO  de fato...
Sentimentos é meu nome...                                  

Nenhum comentário:

Postar um comentário