sábado, 18 de dezembro de 2010

Nostalgia...

M inhas manhãs  são inspiradas por doces recordações que carrego
I nstintivamente sou levada a pensar no quanto foi bom estar contigo
N ada  apaga de minha mente o quanto foi bom Te pertencer
H oje acordei, desejando novamente estar em Teus braços
A onde a minha paz foi encontrada, em meio aos castigos Teu beijo quente 





V ai-se mais um ano e ainda sinto o cheiro do Teu gozo em mim
I nsanos naquela cama, me usaste e me fizeste Tua cadela e mulher
D ei-Te naquele lugar minha submissão, em Teus pés me prostrei
A li, me tornei Tua inteiramente e Tornaste meu Dono e Senhor






P arti daquele cantinho me sentindo inteira e feliz
E legi- Te meu Homem e amor, quando aceitei ser Tua
L oucamente o amei cada dia que Te pertenci 
O nde ninguém foi eu fui, ao paraíso da submissão







T oquei o céu quando toquei Teu corpo
E ntre beijos e punições, me senti amada e cuidada
U niu meu coração ao Teu eternamente naquelas dias que juntos ficamos
















R enunciei todas minhas vontades para vivenciar as Tuas
E ntreguei não só meu corpo, mas meu coração em Tuas mãos
I mortal é este amor, nada conseguiu o destruir jamais
N ovamente acordei me sentindo Tua, e acho que serei eternamente
O ntem, hoje, amanha e enquanto existir, o levarei dentro de mim

MEU AMOR ETERNO....

Nenhum comentário:

Postar um comentário