sábado, 18 de dezembro de 2010

Porque te amei...

Porque te amei...
Porque és o Sol que ilumina meu leito.  
Porque te amei...
Porque em ti encontro meu acalento 
Porque te amei...
Porque em teus olhos encontrei meu caminho
Porque te amei...
Porque em teu corpo formei o meu ninho
Porque te amei...
Porque Tua voz me conduzia
Porque te amei...
Porque achei que não ficaria sozinha
Porque te amei...
Porque és paixão, porque és razão
Te amei, porque me ensinou a andar, e novos caminhos trilhar
Te amei, porque suavemente possuiste minha mente
Te amei suavemente e vorazmente, por assim eu me senti Tua completamente
Te amei, simplesmente por que me tomou para sim
Te amei porque não podia e não consegui fugir
Te amei, porque o amor me invadiu e não pude me manter frio
Quente meu corpo o desejou.
Molhada por Ti todo tempo meu corpo ficou
Insana me tornei quando a ti me entreguei
esqueci meu eu para viver os sonhos Teus
Apaguei meus desejos e vivi apenas os teus devaneios
Sonhei Teus sonhos e desfiz dos meus
Olhei teus olhos e os brilhos do meus se apagaram.
Te amei e hoje deixei de existir, porque Partistes em outra direção
Levou contigo os sonhos do meu coração.
Morri na hora em que te perdi,
Mas hoje renasci de esperança, porque sei que nada nem ninguém pode destruir um amor tão sincero e real...

Nenhum comentário:

Postar um comentário